Importação de Produtos: Como a importação pode ser o seu caminho para o empreendedorismo

O empreendedorismo no Brasil vem crescendo e isso não é segredo. Segundo o Sebrae, 11,1 milhões de empresas foram criadas por necessidade nos últimos 3,5 anos no Brasil. Abrir um negócio para muitas pessoas pode significar uma oportunidade de encontrar novas alternativas e ter mais autonomia com relação ao trabalho, dinheiro e suas vidas.

Sem dúvida a importação pode ser um caminho interessante para diversos segmentos de negócios. Porém, é necessário ter cautela e planejar muito bem antes de se apressar em investir grandes quantias. Por isso separamos alguns tópicos importantes para te ajudar no processo.

Pesquisa de Mercado

Antes de começar qualquer negócio é importante pesquisar muito bem o mercado em que deseja se inserir. Isso significa clientes, concorrentes e inovações de mercado. Tente com conversar com usuários tanto os que amam os produtos já oferecidos quando os que tiveram experiências ruins. Isso vai te ajudar a ter repertorio e entender o que precisa ser melhorado.

Entenda como os concorrentes funcionam. Você pode efetuar um compra com eles para experimentar o serviço oferecido, preços e produto. Entender bem os concorrentes irá te trazer ideias do que deve ser mantido e o que deve ser alterado em comparação com eles.

Por último, não esqueça de pesquisar inovações e tendências do segmento. Visite feiras, leia estudos e pesquise o mesmo produto em outros países. Isso vai te ajudar a mapear os melhores preços do exterior e entender para quais caminhos esse segmento deve se direcionar no futuro.

Estruture seu Plano de Negócios

Estruture um Plano de Negócios. Iniciar um empreendimento sem plano de negócios pode acabar gerando prejuízos e poucos aprendizados. Uma dica que já oferecemos aqui no Blog é estruturar o plano de negócios com a ferramenta Canvas. Ela é prática, visual e vem sendo utilizada mundialmente.

Sem dúvidas com essa ferramenta será mais fácil de entender o todo do que imagina para o seu negócio. Mas, lembre-se que essa tem que ser uma ferramenta de constante consulta e mudança. Se você perceber que algo no plano não está de acordo mude sem medo. Não se apegue ao que imaginou em seu planejamento e sim nos resultados e descobertas do caminho.

Importe Produtos

Na importação de produtos, quando você compra de outros países, existe uma série de taxas e procedimentos. Esses processos também podem interferir na viabilidade do seu negócio. Por isso, é importante entender além do preço de compra, qual será o valor final do seu produto quando ele chegar no Brasil.

Sendo assim, segue o passo a passo para conseguir comprar produtos de outros países:

  1. CNPJ

O primeiro passo é ter um CNPJ operante, isso é, ter uma empresa em dias com todas as suas obrigações legais. Vale ressaltar que a única forma de importar produtos legalmente com objetivo de revenda é possuindo uma empresa.

  • Encontrar fornecedores e realizar a compra

Se sua empresa está legalizada é importante pesquisar bem seus possíveis fornecedores, Temos uma séria de textos que podem ser interessantes para te ajudar nesse processo. Temos um conteúdo legal com dicas de fornecedores além do site Alibaba, também trouxemos dicas para desenvolver fornecedores para sua importação e até estruturamos um check-list para te ajudar a avaliar fornecedores externos e umas dicas extras para avaliar se está selecionando o fornecedor adequado.  Vale ler com atenção esse conteúdo para não cair em golpes no exterior.

Outra questão fundamentar é pedir amostras antes de efetuar grandes compras. Explicamos, no blog, exatamente o que são amostras e como funciona a legislação no Brasil. Depois que entender o contexto vale conferir o conteúdo sobre alternativas para o pagamento de amostras, antes de solicitar de seu fornecedor.

Uma vez que você já está com tudo que foi descrito acima pronto, basta realizar o pagamento e solicitar a emissão da Fatura Comercial, será necessária nos processos aduaneiros.

  • RADAR/SISCOMEX

O Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros (RADAR) e Sistema Integrado de Comércio Exterior (SISCOMEX) são sistemas integrados que agem como um registro facilitador para atividades voltadas ao comércio interior e também servem como ferramenta de fiscalização. Confira o passo a passo de como tirar o RADAR de importação nesse texto.

  • Fique por dentro de todos os custos envolvidos

Os custos de importação não param no pagamento do fornecedor, são diversos impostos e taxas que também são necessárias. Temos um conteúdo interessante sobre dicas de contabilidade para importação. Mas, também separamos alguns pontos importante para se ter em mente veja a seguir:

  • Frete Internacional;
  • Seguro de Transporte Internacional;
  • Imposto de Importação;
  • Imposto sobre Produtos Industrializados;
  • PIS/Pasep;
  • Cofins;
  • Despesas Bancárias;
  • Taxas Portuárias;
  • Taxas de Armazenagem;
  • ICMS;
  • Despachante Aduaneiro;
  • Frete Interno.

Resumindo

Apesar do passo a passo de importação ter diversos procedimentos, você pode encontrar um agente de carga para te ajudar com os tramites e cálculos. Além disso ter uma empresa especializada te ajudando pode trazer mais segurança para seu negócio.

Vale conferir nosso E-book gratuito com o passo a passo para importação antes de conversar com seu agente de cargo. O conteúdo pode trazer uma bagagem interessante e aprofundar seus questionamentos para a empresa contratada.

O mais importante é conseguir analisar a viabilidade do seu negócio e ter um plano de negócios esquematizado para se preparar. Temos algumas dicas sobre plano de negócios, utilizando a ferramenta Canvas, aqui no blog.

Fora isso e ter coragem para encarar um novo negócio, otexto: 5Dicas Para te Ajudar no Momento de Investir na sua Importação. Essetexto reúne nossa experiência ajudando empreendedores como você que decidiraminvestir em novos negócios.

Vale conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *