O Mercado Está Ruim? Já Pensou em Exportar?

Estamos vivendo um momento político e econômico conturbado em nosso País, isso não é novidade para ninguém. Diante de tantas mudanças muitas empresas ficam receosas em pensar em novos investimentos e mercados. Porém, algumas empresas encaram esse cenário como oportunidade para começar a exportar e pensar em novos rumos para o negócio.

Lógico que nada é tão simples assim, expandir negócios para outro país significa entender bem o mercado e fazer um bom planejamento. Mas, se pararmos para pensar na alta do dólar como uma oportunidade. Um produto brasileiro sem dúvida irá custar ainda menos no exterior. Com isso em mente, talvez vale levar em consideração exportar como uma oportunidade de negócios.

Nada é um mar de rosas, é necessário estudar muito.

A alta do dólar parece interessante mas é lógico que a entrada no mercado em outro país não é nada fácil. É muito importante estudar bem o mercado antes de se aventurar.

Para estudar tudo é válido. Pesquisas informais com pessoas que já viverem no país e estudos de mercado de consultorias como a PWC ou qualquer outra podem ser interessantes também. Esses estudos normalmente são gratuitos e pouco conhecidos pelas pessoas. Basta entrar no site da empresa e muitas vezes encontrará informações interessantes de diferentes segmentos. Até mesmo análises atualizadas estão disponíveis gratuitamente.

Acessando esse link você consegue análises em português de alguns segmentos. Em inglês é possível encontrar ainda mais opções de análises e países diferentes. Vale pesquisar.

Outra dica interessante pode ser visitar feiras segmento. Sim, feiras são ótimas oportunidades para sentir o clima do mercado, entender melhor análises e temas críticos e conhecer outras oportunidades no segmento.

Sem dúvida é importante saber bem a língua do país de pesquisa. Não é aconselhável começar um negócio sem conseguir se comunicar bem. Será necessário compreender bem os entraves de entrada, assim como requisitos e leis locais para exportação. Todo detalhe conta.

Prepara-se Interna e Externamente

Internacionalizar pode significar um aumento de investimento interno também. Talvez você tenha que preparar uma pequena equipe que se dedique integralmente a esse novo negócio. Ou até mesmo precise pensar em treinamento interno. Tudo isso é muito válido, pois você está pensando na expansão da sua empresa.

Além disso, prepare toda a comunicação da sua empresa para ser bilíngue. Sim, você vai ter que investir uma quantia em tradução de alguns canais de comunicação como: site e uma apresentação institucional, por exemplo.

Coloque tudo na ponta do lápis antes de se aventurar

Vale fazer um plano de negócio específico para a internacionalização. Coloque nele tudo o que já descobriu do mercado, clientes e crescimento do segmento no exterior. Levante também todos os custos e investimentos que terá tanto em treinamento e comunicação como em documentação.

Com todas as informações em mãos será mais fácil entender se vale apena pensar em negócios fora do Brasil ou não.

Vale apena procurar ajuda externa também. Estude empresas do segmento de exportação para entender todos os custos e o processo como um todo. Uma avaliação com especialistas em legislação e tributação também pode ser interessante

Quem já fez?

Quer descobrir na prática como algumas empresas fizeram? Esse artigo da Exame traz o case de 20 empresas de diferentes segmentos que se internacionalizaram. Deu para perceber que existem negócios de todos os formatos e mercados buscando outros países como saída certo?

E ai, se interessou pela ideia? Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *