Principais Dicas De Transporte De Mercadoria Importada

O transporte é um passo importante entre a compra e a venda de mercadorias. Ainda mais quando estamos falando de grandes lotes de mercadoria importada. Para conseguir fazer esse passo com a devida responsabilidade e cuidado, devemos sempre nos atentar a alguns passos. Aqui algumas dicas que tornarão esse processo mais ágil pra você.

Sabemos que o transporte é parte fundamental do processo de importação e exportação. Além dos trâmites de importação o transporte da mercadoria quando chega no Brasil tem um papel importante na visão geral do negócio. Tanto o tempo de armazenagem como a contratação da empresa terceirizada podem gerar economias ou investimentos não previstos.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo especial para te ajudar no dia a dia. Selecionamos 4 dicas práticas que podem contribuir para transformar esses processos mais ágeis, conscientes e econômicos.

Dicas Especiais Para O Transporte De Mercadorias

Separamos alguns tópicos que envolvem normas, prazos e outros pontos que precisam ser considerados quando planejando o transporte de mercadorias importadas. Veja só:

  • Faça um planejamento de transporte:

Como as datas de liberação de mercadoria variam, você deve ficar atento à data exata para evitar pagar altas taxas de armazenagem dos portos ou aeroportos.

Um planejamento bem estruturado pode te ajudar a manter os custos dentro do previsto. Para criar esse planejamento você pode usar como base o planejamento de compras. Dessa maneira você garante o abastecimento continuo de suas mercadorias e evita gastos extra de armazenagem e transporte.

Com um planejamento bem estruturado fica mais fácil negociar com todos os seus fornecedores.

  • Fique esperto com relação a armazenagem:

Tipos de importações diferentes, portos e aeroportos diferentes, podem significar diferentes custos de armazenagem. Você deve entender como essa questão se aplica a seu caso. Separamos alguns locais interessantes para você começar a entender.

Aeroporto de GRU: Vale citar que no aeroporto de GRU, por exemplo, existe um aumento de taxa a cada 3 dias. Ou seja nos 2 primeiros dias existe uma taxa menor que passa a aumentar a partir do 3 a 5 dia, e assim por diante.

Porto de Santos: Já em Santos, os terminais são privados, e os preços variam muito de acordo com a negociação de cada importador. Períodos são de 10 dias ou 15 dias.

Cargas FCL: Para cargas FCL já vimos variações de preço por período desde R$ 1000,00 até R$ 3000,00. Na carga consolidada, vai de R$ 1500 a R$ 4000 / R$ 5000 por período

Paranaguá: Outro caso interessante é o porto de Paranaguá. Nele você pode retirar sua carga importada sem pagar armazenagem, caso o faça dentro do período de 10 dias.

Além disso, você pode entender exatamente como funciona o porto em que está importando. Converse com seu agente de carga e faça um planejamento de transporte adequado para o seu caso;

  • Atenção À Empresa Contratada:

Pesquise muito bem a empresa terceirizada que pretende contratar. Procure entender se ela tem boas referências, compreenda todas suas necessidades e entenda todos os pontos do contrato.

Verifique o seguro do transporte e se existem limitações e até mesmo se estão disponíveis para manter seu planejamento.  Criar um relacionamento de parceira com seus fornecedores pode gerar facilidades no dia a dia.

  • Atenção À Burocracia:

Mesmo com a liberação da Receita Federal, ainda existe uma série de passos que precisam ser dados pelo importador junto ao terminal. Alguns exemplos são: apresentação de documentos originais, verificação de carga do Siscomex e Siscarga, averbamento e afins.

Para isso, é importante estar com toda a sua parte OK, todos os documentos em mãos e muita paciência para lidar com possíveis atrasos que aconteçam nessa parte burocrática.

Resumindo

O processo de importação pode ser muito tranquilo se estiver preparado e planejar adequadamente cada etapa. É importante se atentar em alinhar seu planejamento de transporte ao planejamento de compras, dessa maneira você garantirá que sua empresa esteja estruturada e bem abastecida.

Não esqueça de verificar qual o seu caso de armazenagem. Dessa maneira você não enfrentará custos extras e será mais simples fazer o seu planejamento de transporte.

Mantenha suas documentações em dia, seu agente de carga pode te ajudar com essa questão. Além disso, selecionem bem a empresa terceirizada e ajuste seu planejamento com eles. Criar uma parceria com seus fornecedores é um ótimo caminho para negociações.

Aguardamos seu contato!

Abraços e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *