Cabotagem marítima no Brasil e no mundo

Um dos conceitos frequentemente relacionados ao transporte de cargas é o de cabotagem. Apesar disso, esse modal ainda é pouco conhecido no país.

Tendo em vista ser uma opção vantajosa para as empresas, vale a pena conhecer um pouco mais a respeito. Nesse artigo falaremos tudo sobre a cabotagem marítima.

O que é cabotagem marítima

Chamamos de cabotagem o transporte realizado por meio marítimo, entre portos do mesmo país. O conceito não se confunde com o de navegação, que envolve o transporte entre países distintos.

A costa brasileira é muito extensa, possibilitando que empresas transportem suas mercadorias entre os portos com um custo-benefício superior ao transporte tradicional – como os modais rodoviário e ferroviário, por exemplo.

Essa modalidade de transporte foi bastante explorada no Brasil na década de 1930, para movimentação de carga a granel. Naquela época o modal ferroviário estava sendo recentemente implementado no país, oferecendo poucas condições para as empresas.

Como funciona a cabotagem

A cabotagem acontece especialmente no mar, mas pode se utilizar de rios ou lagos. Para que seja considerada cabotagem é importante que o transporte aconteça entre portos de um mesmo país.

As vantagens da cabotagem para as empresas são muitas. Além de possuir uma grande costa marítima, boa parte do mercado consumidor no Brasil está situado a menos de 200 quilômetros do mar.

Dessa forma o modal de transporte se mostra viável e muitas vezes mais econômico do que as alternativas. Outra vantagem está na questão social, tendo em vista que o transporte por mar gera menos poluentes do que o transporte terrestre.

No entanto, apesar de todas essas vantagens a utilização da cabotagem encontra algumas barreiras. A legislação brasileira é muito rígida e burocrática com relação ao modal, que segue as mesmas regras do transporte marítimo internacional.

Quais são os impasses da cabotagem

A cabotagem no Brasil enfrenta alguns desafios, muitos deles gerados pelo desconhecimento sobre esse modal de transporte.

Muitos acreditam que a cabotagem está estagnada, o que está longe de ser verdade. Atualmente a cabotagem é responsável por 9,6% a 13% da matriz de transporte brasileira, o que demonstra uma expansão do modal e não a sua estagnação.

Outro impasse diz respeito à legislação, principalmente com relação a abertura para empresas estrangeiras. Muitos acreditam que a cabotagem só será uma opção interessante se existir abertura para o capital estrangeiro no país.

Fala-se ainda na paralisia da indústria naval, que impossibilita o crescimento da cabotagem no país. Mas todos esses impasses não são os reais responsáveis pela decadência da cabotagem.

Na verdade, o que mais compromete a utilização dela no Brasil é a carga burocrática envolvida. A cabotagem é tratada, no embarque e no desembarque, como se fosse uma navegação de longo curso, como aquelas internacionais.

Outros entraves são o preço elevado do combustível utilizado nas embarcações, mais caro do que no exterior, elevado custo da mão de obra e inexistência de uma política eficiente que regule essa opção e estimule o segmento.

Como a cabotagem pode te ajudar na importação e exportação

A cabotagem pode contribuir em diversos aspectos para a exportação e importação de produtos. Conforme mencionado, o Brasil é atendido por uma extensa costa, com diversos portos disponíveis.

Outro ponto positivo é o custo-benefício, tendo em vista que o frete da cabotagem pode ser até 30% mais barato do que o modal rodoviário.

Dessa forma as empresas conseguem uma grande vantagem competitiva, possibilitando oferecer produtos no mercado a um preço mais baixo do que a concorrência.

Destaca-se também o volume que pode ser transportado por meio dessa opção. Nos navios é possível enviar uma grande quantidade de mercadoria de uma só vez. Esse fato compensa o maior tempo envolvido no transporte marítimo.

Por fim, vale a pena reforçar que a cabotagem é um modal de transporte muito mais sustentável, gerando menos poluentes.

Empresas que desejam atender aos melhores princípios de sustentabilidade e preservação ambiental só tem a ganhar ao implementar esse transporte.

Como você pode ver, a cabotagem é uma boa opção para o transporte de mercadorias dentro do país, com a utilização dos portos. Um modal em crescimento, que enfrenta alguns entraves burocráticos, mas que aos poucos vai ganhando cada vez mais destaque. Essa pode ser uma opção interessante para o seu negócio, consulte seu agente de carga e entenda se vale a pena aplicar ao seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *