Mitos e Verdades Sobre o Seguro de Importação

Quando se trata de seguro de importação, muitos importadores apresentam dúvidas e inseguranças sobre o assunto. Aliás, importar e exportar são processos complexos compostos por diversas etapas e trâmites. E, é comum que haja questionamentos.

Mas, afinal, você consegue identificar os mitos e verdades em relação ao tema? Para esclarecer algumas dúvidas que recebemos, elaboramos um conteúdo para testar o seus conhecimentos.

1 – É obrigatória a contratação de seguro de carga para o importador

Mito

A contratação do seguro de carga não é obrigatória para o importador. Porém ele pode te ajudar a ter mais segurança em sua importação.

Apenas as empresas transportadoras são obrigadas a contratar seguro de responsabilidade civil para a circulação internacional da mercadoria. Entre eles estão: a RCTR-C (Responsabilidade Civil Transportador Rodoviário de Cargas), a RCTR-VI (Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional) e a RCA-C (Responsabilidade Civil do Armador de Cargas).

Porém, o importador pode contratar adicionalmente outros seguros de carga para eventuais incidentes, como: extravios, perdas e avarias no decorrer do trajeto percorrido pela carga. Além de indenização de outras questões referentes a impostos, frete, lucros esperados e despesas diversas.

Reforçamos, que apesar de serem confundidos entre si, existem 6 tipos de seguros de carga. Atente-se para a especificação de cada um.

2 – O seguro de importação é muito caro

Mito

O valor do seguro, normalmente, corresponde a no máximo 1% do valor total da mercadoria. Ou seja, a viabilidade da contratação do seguro vai depender muito do tipo de mercadoria importada e o tipo de negócio do empreendedor.

Se você pretende importar algum produto de valor agregado alto e que a perda, extravio ou avaria pode comprometer seu negócio, talvez valha a pena considerar o custo do seguro em seu modelo de negócio.

Mas existem outros casos em que empreendedores optam por assumir esse risco por considerarem que perdas, avarias ou extravios não comprometeriam o negócio como um todo.

Ou seja, do nosso ponto de vista essa afirmação é um mito. Entretanto, como você pode perceber a questão do custo pode variar muito de um negócio para o outro.

3 – A transportadora é responsável pela contratação do seguro de carga

Mito

Como explicamos anteriormente, a empresa transportadora é responsável apenas pelo seguro de responsabilidade civil.

O seguro de carga é destinado a garantir a integridade dos bens durante o transporte. Em contraponto, o seguro de responsabilidade civil é direcionado à operação do transporte desde o embarque até o desembarque.

Desse modo, o seguro de carga deve ser contratado pela empresa vendedora ou pelo comprador da mercadoria.

Em outras palavras, durante a negociação e assinatura do contrato de compra e venda baseada no Incoterms, será definida a responsabilidade pelo seguro da carga. Pois, cabe tanto ao exportador quanto ao importador definir os direitos e as obrigações de cada um.

4 – É importante estudar bem os números e avaliar os riscos

Verdade

O valor do seguro de carga pode ser variável, e atentar-se para alguns fatores pode trazer benefícios para a sua importação.

Analise as regiões de origem e entrega da mercadoria. Se estatisticamente a região escolhida tiver menos acidentes e incidentes, você pode solicitar a revisão da sua apólice e a redução de taxas. O mesmo acontece para os tipos de mercadoria. Pois, os valores do seguro são definidos de acordo os índices de roubos.

Além disso, reavalie o seu gerenciamento de risco. Sinistros como roubo de cargas são inferiores a avarias durante o transporte e avarias na mercadoria. Isso significa que, os acidentes com o transporte como queda de mercadoria; extravio de carga; colisão ou tombamento são mais frequentes.

Assim, é essencial avaliar a cobertura do seu seguro antes mesmo de contratá-lo. Se a sua carga possui alto valor e/ou é composta por um grande número de artigos, pode ser vantajoso contratar um seguro para a sua importação.

Seguro de importação para o seu negócio

Anteriormente, explicamos detalhadamente o que é o seguro de importação. Se você ainda não leu, clique aqui. A contratação pode ser realizada por meio do um agente de carga ou de uma empresa especializada em apólices desse tipo de seguro.

Com essas informações apresentadas por nós, você terá mais confiança e saberá avaliar uma decisão mais assertiva para o seu negócio.

Compartilhe conosco as suas experiências com seguro de carga!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.