Planejamento financeiro: O que é, como fazer e o que ficar atento

Você sabe o que é planejamento financeiro e como fazer na prática? Tão importante quanto o planejamento estratégico, o planejamento das finanças é essencial para o crescimento de uma empresa.

Nesse guia vamos trazer o conceito, mostrar como o planejamento financeiro pode ser feito e dar algumas dicas especiais sobre o assunto. Dessa forma você poderá traçar estratégias concretas para alavancar os resultados do seu negócio.

O que é o planejamento financeiro

O planejamento financeiro nada mais é do que uma ferramenta de administração, que tem por objetivos analisar a situação atual da empresa, definir metas e objetivos e traçar estratégias compatíveis com o contexto organizacional.

Por meio do planejamento financeiro, gestores e administradores são capazes de tomar decisões muito mais assertivas. Esse planejamento é essencial para que a empresa consiga demonstrar resultados positivos no mercado e conservar sua saúde financeira.

Como fazer o planejamento financeiro na prática

Separamos a seguir alguns passos indispensáveis para o planejamento financeiro. São procedimentos que vão te ajudar a conhecer melhor a saúde financeira do seu negócio, fazer projeções e traçar estratégias para o futuro.

  1. Faça o diagnóstico da sua empresa

O planejamento financeiro para pequenas e médias empresas começa pelo diagnóstico. Nessa etapa é importante analisar o caixa da empresa, a receita, os custos operacionais e outros números que permitam conhecer a realidade financeira do negócio.

Nessa etapa pode ser interessante realizar um balanço patrimonial completo, com a demonstração contábil do seu empreendimento. Dessa forma será possível conhecer todos os principais aspectos, para identificar pontos fortes e debilidades.

  1. Estabeleça as prioridades

Quando falamos em planejamento financeiro, devemos estar orientados por metas e objetivos claros. Em uma empresa, a definição das metas e objetivos é feita sempre com base nas prioridades para o período.

Por exemplo, se a sua empresa deseja crescer no mercado, expandir as operações e alcançar um público-consumidor mais expressivo, o planejamento financeiro deve incluir como prioridade investimentos específicos, atrelados a esses objetivos.

Isso pode significar investimentos em marketing, novos equipamentos ou até mesmo equipe.

  1. Tenha uma perspectiva real de futuro

Durante a realização do planejamento financeiro é preciso ter em mente uma perspectiva real de futuro. Isso significa que as metas e objetivos devem ser viáveis e estarem dentro das possibilidades da sua organização.

Mais do que analisar as aspirações dos gestores e administradores, é preciso considerar a configuração do mercado, as estatísticas para o segmento de atuação, a existência de fatores externos que possam influenciar nos resultados e outros fatores-chave.

Ao se basear em perspectivas reais de futuro, o seu planejamento financeiro será muito mais consistente, de acordo com as possibilidades.

  1. Trace estratégias compatíveis com os objetivos

Depois de conhecer a realidade da empresa e determinar as prioridades, que se caracterizam por metas e objetivos concretos e viáveis – de acordo com uma perspectiva real de futuro – está na hora de traçar estratégias.

As estratégias consistem em ações concretas, que serão tomadas para alcançar os objetivos propostos. Além do planejamento financeiro, as estratégias devem estar amparadas em um planejamento estratégico eficiente.

  1. Use indicadores para analisar os resultados

Durante a realização do planejamento estratégico é fundamental pensar em indicadores que permitam acompanhar os resultados obtidos. Dessa forma é possível verificar quais estratégias estão gerando resultados, quais podem ser continuadas ou descontinuadas.

Conclusão

Como você pode ver, o planejamento financeiro é importante para o crescimento das empresas. Ele apresenta grande relevância especialmente em situações de crise, como a que enfrentamos na atualidade.

Por meio do planejamento financeiro as empresas podem se preparar para lidar melhor com a crise. Além disso, o planejamento oferece as bases para a recuperação e crescimento no mercado, focando também no futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.