Unitização de cargas: O que é, como funciona e quais são os benefícios

Uma logística eficiente é essencial para o bom funcionamento de empresas de diversos segmentos de mercado, inclusive, para as que atuam no transporte e armazenamento de cargas. Nesse contexto, uma estratégia muito comum e assertiva é a chamada unitização de cargas.

Desse modo, importadores e exportadores que fazem uso do serviço de transporte e armazenamento de produtos devem entender esse conceito. Então, continue com a leitura deste artigo e confira nos tópicos a seguir o que é unitização de cargas, como funciona e quais são os benefícios para todos os envolvidos.

  • O que é a unitização de cargas
  • Como funciona a unitização de cargas
  • Quais as vantagens da unitização de cargas

O que é a unitização de cargas

A unitização de cargas consiste em agrupar volumes fracionados de mercadorias em um único volume. Um exemplo seria realizar uma combinação de caixas de determinado cliente, em uma única embalagem como um pallet, contêiner ou alguma outra combinação, de acordo com o tipo de transporte usado.

Para unitizar cargas é possível fazer uso de contêineres e pallets ou usar o sistema de cargas pré lingadas. Enquanto os primeiros são caixas normalmente de metal amplamente utilizadas nos portos, os pallets são estruturas horizontais de madeira ou plástico.

O termo também se refere a transportar mercadorias de tamanhos, formatos, volumes e pesos variados como se fosse uma única carga. Com essa estratégia, consegue-se ainda aproveitar melhor os espaços em armazéns e em transportes.

Como funciona a unitização de cargas

Para entender como a unitização de cargas funciona tanto no transporte quando no armazenamento de mercadorias, é importante saber que, em geral, as transportadoras oferecem dois tipos de serviço.

Um deles é o de carga completa, quando um contêiner ou transporte é preenchido com a carga de um único cliente. Nesse caso a carga desse cliente já foi unitizada em pallets e será transportada unificada em um contêiner.

Ou seja, todas as embalagens do importador foram unificadas em pallets para melhor manuseio e em seguida em um container para facilitar o transporte. Caso o importador não tenha produtos suficiente para compor um único container, ele pode solicitar que suas mercadorias sejam unificadas em pallets para depois compor a consolidação de um container “compartilhado” com outros importadores.

Como é de se imaginar e veremos mais adiante, a unitização de cargas oferece uma série de benefícios, não apenas para as transportadoras como também para as empresas que contratam o seu serviço.

Caso o exportador não ofereça a carga unitizada é possível contratar o serviço à parte. As cargas serão coletas e enviadas para unitização num armazém onde serão preparadas. Com isso, é possível otimizar a utilização do lugar, que recebe um maior número de mercadorias para posteriormente seguirem rumo ao seu destino.

Quais as vantagens da unitização de cargas

Existem algumas vantagens na unitização de cargas, a redução de perdas, roubos e avarias é uma delas. Isso pois a carga unificada exige muito menos manuseio humano do que a não unificada. No âmbito do transporte internacional também é uma vantagem pois reduz a marcação dos embarques, uma vez que se torna desnecessária a operação de cada item.

Além disso, a unitização gera maior rapidez nas operações de carregamento e descarregamento de veículos e embarcações, permitindo aumento da produtividade. Esse processo todo gera redução do custo de manuseio com reflexos positivos para o importador.

Vale ressaltar também que em determinadas regiões como os Estados Unidos não é aceita a coleta de cargas não unificadas, caixas soltas, por exemplo, não são aceitas pela maior parte das transportadoras.

Como dica final, vale conversar com o exportador para entender como entregará sua mercadoria e até conferir com seu agente de cargo se o serviço de unificação vale a pena ser contratado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *