5 Dicas Para Calcular a Viabilidade da Sua Importação

A informação mais esperada de quem começa a pesquisar produtos para importação é como calcular a viabilidade do produto desejado. Essa questão pode muitas vezes ser enganosa quando não se sabe calcular corretamente todos os custos de importação.

Reunimos nesse texto 5 dicas para te ajudar a calcular a viabilidade da sua importação. Não é uma tarefa fácil, porém com esse conteúdo provavelmente ficará um pouco mais fácil.

  1. Entenda o mercado em que irá se inserir

Para começar vale uma pesquisa online para se inteirar em quem são os principais concorrentes e compradores do mercado. Em alguns setores essas informações serão mais fáceis de encontrar em outras um pouco mais complicado.

Mas uma pesquisa na internet já te trará uma visão geral do segmento. Outra dica interessante é conversar com conhecidos que tem alguma ligação com o segmento. Muitas vezes esquecemos de olhar para nossa rede de contato nessas horas. Quase sempre conhecidos tem informações valiosas para nos dar, por isso olhe seus contatos e veja se alguém pode te ajudar.

  1. Saber o preço de custo no Brasil

Uma das questões primordiais para calcular a viabilidade da importação é iniciar uma pesquisa de mercado local. Nessa pesquisa é importante entender qual o preço de custo do mesmo produto pesquisado no Brasil. Essa informação também pode ser vir como um termômetro inicial se realmente parece ser um bom negócio a importação.

Para isso, tente encontrar fornecedores locais e entender seus preços. Se for preciso simule uma cotação inicial, dessa maneira você começa a compreender exatamente como funciona o mercado local.

  1. Entender o Preço de Venda no Brasil

Outra questão fundamental é ter uma noção do preço de venda do produto no Brasil. Você pode iniciar fazendo uma pesquisa simples nos canais de venda mais populares online. Pode ser interessante ligar para algumas empresas e pesquisar o quanto elas estão dispostas a pagar pelo produto.

Nesse caso vale assumir a cara de pau! Ligue para o possível cliente e simule uma venda com os valores que tem disponível. Se vender é sinal de que está no caminho certo e diga que precisa de um tempo para entrega.

  1. Entenda o Perfil do Seu Cliente

É importante compreender o perfil do seu cliente, essas informações serão importantes tanto para o marketing ou vendas como para calcular impostos. Em alguns casos existem variáveis de impostos cobrados se o seu cliente for um revendedor por exemplo.

Por isso, entenda exatamente como o seu cliente irá utilizar o seu produto. Dessa forma você não encontrará surpresas depois que o produto for importado.

  1. Pesquise o NCM e entenda bem as condições de compra com o fornecedor

Já explicamos no Blog o que é Incoterm e qual o impacto dele para sua importação. Esse assunto é importante, pois te ajuda a entender adequadamente todos os termos negociados com o fornecedor. Isso pode interferir, por exemplo em quais são as condições de entrega do fornecedor. O impacto disso para o cálculo de importação pode significar em custos de armazenagem ou de transporte que você não imaginava.

Além disso, no texto Classificação Fiscal de Produtos importados – NCM explicamos a importância do NCM para conseguir calcular os tributos do produto importado. Também explicamos como encontrar o código de NCM adequado, vale conferir para aplicar o código corretamente no seu produto.

Resumindo

Uma vez que você entende o que está sendo negociado no Incoterm e qual é o NCM do seu produto, fica mais fácil ter uma noção do seu preço total de importação. Você precisa somar esses custos ao valor de compra do produto e comparar com o preço de compra dos produtos aqui no Brasil.

Vale comparar também com o preço de venda do produto em nosso país. Entendendo esse valor é possível entender o quanto será possível ter de lucro em cima do produto importado. Essa margem do valor de compra e de venda pode te dizer se vale a pena todo o esforço.

Ah! E se ainda restar alguma dúvida na hora de calcular, pode contar com a gente. Sempre que necessário ajudamos nossos clientes com esses cálculos.

E ai? O texto ajudou? Deixe um comentário!

One thought on “5 Dicas Para Calcular a Viabilidade da Sua Importação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.