A importância do estudo de mercado para quem já importa

Conhecer o mercado é uma tarefa essencial em qualquer segmento e, por isso, não é diferente para as empresas que importam. Mesmo aquelas já experientes em operações de importação podem obter muitas vantagens, inclusive, competitivas, ao pesquisar o campo no qual atuam.

Se você tem interesse no assunto e quer saber mais sobre a importância do estudo de mercado para quem já importa continue com a leitura deste artigo e confira as informações presentes nos tópicos a seguir.

  • Como funciona o estudo de mercado
  • O que é a inteligência de mercado
  • Vantagens do estudo de mercado na importação

Como funciona o estudo de mercado

Mesmo as empresas importadoras, que já atuam com esse modelo de negócio, podem ter benefícios com estudos de mercado e inteligência de mercado. Mas como funcionam esses conceitos na prática? O estudo de mercado consiste em conhecer todos os aspectos que permeiam as importações.

É comum que muitos negócios aprendam com os erros, mas isso pode ser contraproducente, à medida que dessa forma os prejuízos e problemas também são mais fáceis de ocorrer. E a melhor forma de fazer estudo de mercado é pesquisando as principais informações a respeito das operações.

Entre elas, a legislação dos países dos quais se importa, que podem ser muito diferentes das aplicadas em território nacional. E mesmo que não tenha ocorrido nenhum problema ainda, mesmo empresas que já importam podem se deparar com eles a qualquer momento.

Outras informações que devem ser levantadas para o estudo de mercado são as referentes às políticas cambiais. É importante saber que a operação de câmbio se divide em três: contratação, negociação e liquidação, que existem os agentes de câmbio e dois tipos de regimes cambiais, o flutuante e o fixo.

Também vale a pena pesquisar sobre a cultura de mercado do país com o qual se negocia, como quais são os seus hábitos e tradições. Esse conhecimento pode contribuir em muito nas negociações com os fornecedores do exterior.

As normas sanitárias e as barreiras comerciais são outros pontos importantes. Quanto às segundas, elas podem ser tarifárias, não tarifárias, a respeito de impostos, quotas tarifárias, restrições quantitativas, regulamentos técnicos, sanitário e fitossanitário, procedimentos aduaneiros, entre vários outros.

O que é a inteligência de mercado

A inteligência de mercado é uma grande aliada da pesquisa de mercado e consiste em reunir as informações obtidas para que possam ser organizadas e analisadas. Desse modo, consegue-se entender melhor o mercado, a concorrência e as tendências.

Da mesma forma, é o jeito certo de identificar fornecedores e clientes em potencial. Para colocar em prática a inteligência de mercado, é necessário conhecer mais um conceito, o de KPI – Key Performance Indicator, em português, indicador-chave de desempenho.

O indicador consiste em dados importantes que devem ser acompanhados pela sua empresa em relação às importações, a fim de contribuir com a tomada de decisões. Inclusive, saber se o negócio está no caminho certo ou se determinadas mudanças são apropriadas nas operações.

Quem importa pode acompanhar quantos indicadores forem necessários, sendo que entre eles é possível citar a quantidade e a frequência de embarques, as retificações em documentações, as avarias na armazenagem da carga, o tempo médio do ciclo do pedido a chegada do embarque, além de outros.

Há também o conceito de KIQs – Key Intelligence Questions ou perguntas-chave de inteligência, que se refere às perguntas mais relevantes a se fazer e que ajudam a orientar a tomada de decisões. Alguns exemplos são as seguintes:

  • Como está a situação do mercado do país X (daquele que se quer importar)? É um cenário propício para manter relações comerciais?
  • Quais são os seus principais hábitos? Podemos manter uma comunicação adequada com os fornecedores?
  • Como está a relação da concorrência com esse país?
  • Quais são as oportunidades e ameaças ao importar desse país?

Vantagens do estudo de mercado na importação

Investir no estudo de mercado e na posterior análise dos dados com a inteligência de mercado oferece uma série de vantagens para empresas importadoras. Veja a seguir quais são as principais:

  • Conhecimento do comportamento atual do mercado;
  • Identificação de novos produtos para importar;
  • Identificação dos melhores fornecedores;
  • Entendimento mais amplo dos custos com matéria-prima;
  • Atuação em novos segmentos e negócios;
  • Preço mais compatível com a estratégia da empresa;
  • Maior facilidade ao elaborar planejamento estratégico;
  • Melhor aproveitamento das oportunidades e atenção às ameaças;
  • Redução dos possíveis riscos;
  • Definição adequada dos canais de distribuição e rotas logísticas;
  • Mapeamento da concorrência e inovações;
  • Dados concretos e atualizados para a tomada de decisões;
  • Informações reais e completas para servir de suporte em reuniões comerciais;
  • Reduções de custos operacionais por encontrar as opções mais vantajosas;
  • Crescimento da lucratividade com as importações devido às escolhas assertivas;
  • Maior previsibilidade nas operações;
  • Adaptação ágil perante imprevistos.

Com esses pontos levatados percebemos que um Estudo de mercado pode ser muito importante, inclusive para empresas que já trabalham com importação. E você já fez algum? Como foi sua experiência?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *