Dicas De Negociação Com Fornecedores Para Importar

O sucesso de uma empresa depende de uma série de fatores. Dentre eles, seguir algumas dicas de negociação com fornecedores pode ser um dos caminhos para construir uma relação sólida e saudável com seus parceiros.

Quando estamos falando de relações internacionais isso se torna ainda mais importante – e delicado. Negociar à distância, em outro idioma, com um país com leis vigentes e culturas completamente diferentes do Brasil, requer muita atenção e perspicácia.

Mas, o importante é não deixar o receio tomar conta. A negociação é uma das etapas mais importantes – e divertidas – dos negócios. É por isso que ela não deve ser ignorada nem negligenciada.

Dicas De Negociação Para Quem Deseja Importar

Para começar a negociar com parceiros no exterior você precisa, primeiro, escolher bem esses fornecedores. É importante ter a tranquilidade de lidar com pessoas honestas e idôneas. Vale a pena, se possível, uma visita pessoalmente, buscar referências de outros clientes, contratar empresas na origem que prestam serviços de verificação dos fornecedores, entre outros.

  • Idioma:

Partindo do princípio de que você já escolheu bem os seus fornecedores é hora de falarmos sobre o idioma. Uma das dicas de negociação mais importantes é que você saiba se comunicar no idioma do seu fornecedor.

O inglês costuma ajudar em qualquer circunstância, porém, você pode se deparar com fornecedores que não dominam o idioma, tampouco o português. Então, tenha o cuidado de escolher parceiros com os quais você consiga se comunicar. Talvez buscar ajuda profissional de um intérprete de confiança pode ser um diferencial positivo também.

  • Seja objetivo:

Somos brasileiros, calorosos e afetuosos. Mas, nas negociações internacionais as coisas são bem diferentes. Ser muito afetuoso pode, inclusive, passar uma má impressão. Seja cordial, mas de forma objetiva e prática.

Pechinchar É Importante, Mas Não Exagere!

Quando falamos em dicas de negociação muitas pessoas acreditam que vamos dar frases prontas para pechinchar. Negociar valores e tentar obter descontos é importante, mas é preciso cuidado com isso.

Estruture uma proposta com fundamentos, justifique o pedido de desconto, apresente informações que tornem essa “gentileza” lucrativa para o fornecedor. Pechinchar de forma descabida e insistente pode comprometer a sua reputação e a sua relação com os fornecedores no exterior.

  • Conheça o fornecedor:

Tudo isso só funcionará se antes você se dedicar a conhecer o seu fornecedor. É importante entender quais são os valores, hábitos e particularidades pode lhe ajudar a criar uma estratégia de negociação mais eficaz e sólida.

Uma Boa Negociação Demanda Um Bom Relacionamento

Um erro constantemente cometido, e que não pode deixar de ser sinalizado em nossas dicas de negociação, é sobre relacionamento com o fornecedor.

Manter um bom relacionamento é crucial para conseguir bons resultados na parceria. Esse tópico está intrinsecamente relacionado com o anterior: você deve fortalecer a relação demonstrando respeito e interesse pela cultura, hábitos e valores. E claro, ficar apenas especulando tem um limite, e se uma hora não concretizar alguma operação comercial, o relacionamento esfriará com certeza.

Negociando Com Chineses

A negociação com a China é uma das mais lucrativas e interessantes, mas também requer cuidados bem específicos. Se você pretende obter produtos desse país, veja algumas dicas de negociação importantes:

  • Evite enviar listas:

Não envie uma lista de produtos solicitando um orçamento. Tenha foco no que você procura! As empresas e fábricas chinesas nem sempre contam com estrutura suficiente para deslocar um profissional para cuidar somente de sua lista.

Isso quer dizer que a resposta será feita de maneira mais rápida, e quando a lista é extensa e sem foco o retorno será igual. Além disso, as fábricas chinesas possuem um ritmo frenético que não dá para pausar.

  • Seja claro e objetivo:

Ser claro é fundamental para lidar com chineses. Se possível, envie uma foto do que você quer, exatamente do que procura. Além disso, tenha cuidado para não aceitar uma contra oferta que, na verdade, não lhe atende.

Por fim, uma das dicas de negociação interessantes é que, se você ainda não tem uma referência no exterior, busque por empresas especializadas em desenvolvimento de parcerias. Elas mantêm bases de dados interessantes que podem lhe ajudar a começar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *