Economizando na Importação – Armazenagem

Encontrar maneiras de economizar no processo de importação é sempre bom. Principalmente porque pode ajudar a viabilizar um negócio que parecia não dar certo. O que muitas vezes acontece é que por falta de referência, empreendedores acabam pagando mais do que a média de mercado em algumas etapas do processo de importação sem saber. Isso acontece principalmente com a armazenagem.

Para quem não sabe a média do preço de armazenagem no Porto de Santos é de R$2000,00. É importante ressaltar que esse valor vale para o Porto de Santos, pois outras localidades têm valores diferentes. Esse valor citado normalmente se direciona a cargas comuns que não sejam perigosas ou precisem de alguma vistoria da Anvisa.

Muitas vezes as empresas prestadoras de serviço, sabendo da dificuldade dos importadores em entender os trâmites detalhados do processo de importação, acabam cobrando um valor abusivo. Para os desavisados, esses R$ 2000 de média viram facilmente R$ 5000 ou R$ 6000. Isto se a carga for liberada e retirada rapidamente dos terminais em Santos.

Mas não se preocupe, você não precisa saber todos os trâmites de importação para ficar atento. Separamos algumas dicas para se atentar a essa questão.

Faça um bom acordo com seu agente de carga

Nada melhor do que ser transparente com seu parceiro de negócios não é? A melhor coisa é conversar com seu agente de carga e entender bem o valor que está sendo cobrado na sua armazenagem.

Além disso, eles atendem o mercado como um todo e muitas vezes podem oferecer um valor diferenciado.

Os agentes de carga possuem acordos com os armazéns em Santos, e podem ser seu maior aliado na contratação de uma armazenagem com valor justo.

Entenda muito bem o que está sendo negociado com seu fornecedor

Já falamos muito aqui no blog sobre negociação com fornecedor. Esse é um ponto crítico que muitas vezes pode resultar em prejuízo se não for entendido muito bem o que está sendo negociado.

Pode acontecer do importador comparar um produto com frete CIF ou CFR achando que o exportador está pagando o frete para ele e que por sua vez está economizando. Porém quando a carga chega em Santos desta forma, chega como Free Hand. Isso significa que não está atrelada a nenhum acordo comercial do terminal com o importador, despachante ou agente de carga.

Nesse caso o terminal acaba cobrando um valor excessivo de armazenagem. Por sua vez resultando num prejuízo quando a carga chega no Brasil.

Use o acordo de um terceiro

Para evitar com que um caso como o citado anteriormente aconteça, use o acordo de um terceiro. Basta procurar um agente de carga ou despachante aduaneiro, essas empresas e profissionais podem te ajudar a não cair no prejuízo de ser cobrado com preço muito alto de armazenagem.

Essa dica vale ainda mais para quem importa em pequenas quantidades.

Além disso…

Antes de fechar qualquer negócio, estude muito bem os números para entender qual será o valor final do produto vendido no Brasil. Dessa maneira você consegue saber se realmente o negócio tem viabilidade.

Em breve lançaremos uma calculadora que irá te dizer o custo final do seu produto importador, com todos os impostos e despesas incluídas, desde a origem até a entrega em sua porta. Fique de olho nas nossas postagens!

Essa dica ajudou? Deixe um comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.