Fatores que podem impedir a inovação de crescer em sua empresa

As mudanças no comportamento de compra dos consumidores impactam todos os setores da economia, até mesmo aqueles que não vendem diretamente para o consumidor final. E para acompanhar essas mudanças, nada melhor do que inovar dentro das empresas.

A inovação pode ocorrer de diferentes maneiras, sendo essencial para todos os negócios que desejam se manter firmes no seu segmento de mercado, até mesmo durante os momentos de crise. Também é preciso estar atento aos fatores que podem impedir a inovação de crescer em sua empresa.

Se você tem interesse no assunto e quer saber mais sobre o que é inovação, como inovar e o que prejudica esse processo, principalmente, nas pequenas e média empresas, continue com a leitura deste artigo e confira as informações presentes nos tópicos a seguir.

  • O que é inovação e como inovar em pequenas e médias empresas
  • Fatores que prejudicam a cultura da inovação
  • Impacto desses fatores em empresas importadoras e exportadoras

O que é inovação e como inovar em pequenas e médias empresas

Inovar dentro de uma empresa consiste em um amplo conceito, uma vez que pode ser aplicada de inúmeras maneiras. A inovação pode acontecer quando um negócio desenvolve um produto ou serviço totalmente novo, único, ou estar presente na forma como o mesmo é oferecido para o seu público.

Um negócio pode ainda inovar ao aperfeiçoar algo que já existe, essa é a chamada uma inovação incremental. E tem como objetivo não só criar um diferencial de mercado para aumentar a sua competitividade em meio aos concorrentes.

Afinal, melhorar um produto, serviço ou processo pode oferecer muitas outras vantagens, como redução de custos, otimização de tempo ou economia de recursos. De todo o modo, é importante entender que não são apenas as grandes corporações que devem se preocupar em inovar.

A inovação deve ser uma prioridade, em especial, das pequenas e médias empresas. Até porque são os negócios que existem em maior número no país, o que significa que a concorrência é maior para negócios desse porte.

Já para começar a inovar, o primeiro passo é criar na empresa a cultura da inovação. Isso significa que todos os profissionais, sejam os integrantes da direção, sejam os colaboradores devem estar envolvidos no processo. É preciso que entendem a importância de inovar e estejam capacitados para isso.

A cultura da inovação pode ser implementada de diferentes maneiras, sendo que existem cursos de capacitação profissional que ajudam no processo. Mas não se trata apenas de se qualificar profissionalmente, é essencial que haja um ambiente propício para isso, o que deve começar com a direção.

Para tanto, cabe aos gestores investirem no intraempreendedorismo, que consiste em incluir os colaboradores de forma mais direta nas decisões o dia a dia, motivando-os e fazendo com que se sintam parte fundamental do processo.

É necessário ainda que haja decisões descentralizadas e maior transparência, que são outras medidas que devem partir da direção. Além disso, empresas que desejam iniciar a inovar devem ter paciência e fazer isso de modo gradativo, de preferência, com um time focado na inovação.

Assim, as atividades podem seguir como de costume, enquanto os responsáveis pela inovação fazem os estudos necessários. Depois, eles podem liderar as mudanças dentro da empresa de modo a envolver os demais.

Fatores que prejudicam a cultura da inovação

Diferente do que se pode imaginar, inovar não é nenhum bicho de sete cabeças. No entanto, exige uma mudança na cultura da empresa e estudos de mercado que ajudem a identificar como inovar, o que são processos que podem demandar algum tempo.

Para promover a inovação, é preciso ainda estar atento aos fatores que prejudicam a cultura da inovação, a fim de evitá-los. Veja a seguir quais são eles:

  • Permanecer na zona de conforto

Muitas empresas estão consolidadas no mercado, obtendo bons lucros e por isso acreditam que não precisam inovar. Mas quando existe esse pensamento, as chances são grandes de, a qualquer momento, a concorrência se destacar com novos produtos, serviços e demais inovações.

Portanto, um negócio que deseja manter a sua competitividade deve sempre estar atento ao que pode fazer para melhorar e aplicar as mudanças necessárias.

  • Acomodar-se no cotidiano

É comum que haja negócios que não inovem porque os seus gestores acreditam que não haja tempo suficiente.

Porém, quando parece não haver tempo para inovar é o momento certo de apostar na inovação. Principalmente, com a finalidade de otimizar processos e evitar que os profissionais percam tempo com atividades que poderiam ser automatizadas de forma simples e sem altos investimentos.

Aliás, nem sempre é preciso ter um alto investimento financeiro para promover a inovação.

  • Falta de iniciativa

Por mais que os colaboradores sejam essenciais no processo de inovação, até porque são eles que estão mais próximos dos clientes e, por isso, conseguem identificar com mais assertividade as suas necessidades, contribuindo com a inovação, a iniciativa em inovar deve partir dos gestores.

São eles que precisam implementar a cultura da inovação, criando caminhos para que os colaboradores possam executar mudanças significativas.

  • Centralizar as decisões

Outro fator que prejudica a cultura da inovação é quando ocorre a centralização das decisões. Mesmo que seja a direção da empresa que deve dar o primeiro passo, o processo também consiste em permitir que os colaboradores participem da tomada de decisões.

Para tanto, pode-se criar grupos de trabalhos orientados por um líder que promova o debate de determinadas questões para que todos possam colaborar.

Impacto desses fatores em empresas importadoras e exportadoras

Como já mencionado, praticamente todos os segmentos de mercado se beneficiam com a cultura da inovação em suas empresas. E com os negócios que importam e exportam produtos não é diferente. Assim, até empresas já consolidas devem se preocupar em inovar para manter a competitividade em alta.

Já os negócios que ainda não estão no topo, podem fazer uso da inovação para crescerem e se destacarem da concorrência. Para iniciar o trabalho, o primeiro passo consiste em fazer um estudo de mercado para entender onde se está atualmente e onde se quer chegar.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *