Incentivos de exportação: ACC e ACE

O financiamento de exportação permite que pequenas e médias empresas consigam gerar competitividade, levando produtos nacionais para outros países. Trata-se de um incentivo capaz de viabilizar negociações, colocando o produtor brasileiro em igualdade de condições com concorrentes estrangeiros.

Anteriormente, apresentamos algumas possibilidades de gerar recursos financeiros para importação como Finimp, Crowdfunding, microcrédito em Financiamento de Importação: o que existe de possibilidade no mercado.

Mais quais são as possibilidades para exportação? Entre os principais incentivos estão o Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) e o Adiantamento sobre Cambiais Entregues (ACE). Entender as diferenças entre um e outro é fundamental para saber por qual financiamento optar na hora de exportar produtos.

O que é Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC)

Corresponde a uma modalidade de incentivo, via financiamento, que acontece na fase do pré-embarque. O exportador recebe o capital necessário para gerar os bens objeto de exportação, vale dizer, o capital de giro. O financiamento pode ser total ou parcial, com base no valor dos produtos exportados.

O ACC é realizado por intermédio de instituições bancárias devidamente autorizadas pelo Banco Central do Brasil. Os valores dos contratos de exportação são convertidos em reais e o valor é creditado na conta do exportador. O prazo máximo para pagamento estabelecido é de até 360 dias.

Essa modalidade de financiamento é interessante para pequenas e médias empresas, tendo em vista que viabiliza a realização de contratos de exportação. Preços, garantias e prazos podem ser livremente estabelecidos entre as partes.

Inexiste risco cambial, tendo em vista que o exportador quita o crédito com o valor obtido do importador, ou seja, com a receita da exportação. Existem juros, que devem ser pagos pelo exportador, correspondente ao spread da instituição financeira – diferença entre os juros cobrados pelo banco e a taxa paga pelo banco aos seus investidores.

O que é Adiantamento sobre Cambiais Entregues (ACE)

Já o ACE é o financiamento que pode ser estabelecido após o embarque das mercadorias – bens ou serviços. O objetivo desse incentivo é garantir ao exportador melhores condições negociais, como prazos maiores, para os importadores no exterior.

Esse financiamento ocorre através de um contrato de câmbio, realizado depois do embarque dos bens e serviços, com a devida entrega dos documentos de embarque, chamados cambiais. Com a contratação, parte ou a totalidade do valor da exportação é creditada ao exportador. O valor também é creditado em reais.

Quem pode contratar o ACC e ACE

As duas modalidades de incentivos de exportação são úteis para empresas de todos os portes, que possuam negócios no exterior e desejam aumentar a sua competitividade. O capital de risco antes da exportação permite a produção dos produtos a serem exportados (ACC).

Já o financiamento ACE cria condições para que o exportador comercialize com mais tranquilidade os seus produtos após o embarque. Nos dois casos, o valor financiado pode ser parcial ou integral. Vale ressaltar que o ACC pode ser convertido em ACE, com prazo máximo de até 210 dias.

A contratação do financiamento é simplificada, podendo ocorrer através de um gerenciador financeiro. Isso significa que para realizar tanto o ACC quanto o ACE, o interessado pode se aproveitar do incentivo de exportação contratando pela internet, com segurança e comodidade.

Além dos benefícios mencionados, as taxas de juros aplicáveis obedecem ao padrão internacional, sendo vantajosas para o contratante. Por não ser considerada uma operação financeira, sobre o ACC não se incide IOF – imposto sobre operações financeiras.

Capital de Investimento para o Comex

Empresas de todos os tamanhos e segmentos podem contar com modalidades de financiamento para viabilizar negociações no mercado estrangeiro. Até mesmo grandes companhias se utilizam desses recursos para conseguir preços e condições mais competitivas em suas exportações.

Se o trade-off que o financiamento trará para o seu negócio não é o mais atraente, acompanhe outras possibilidades. Em nosso blog, você encontra outras dicas para conseguir capital para a sua empresa, clique aqui.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe e deixe o seu comentário.

2 thoughts on “Incentivos de exportação: ACC e ACE

    1. Olá Marco Antonio,

      Essa garantia pode ser real (direitos reais de garantia: hipoteca, penhor e etc.) ou pessoal (garantia fidejussória: aval e fiança).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.